Caminho de Santiago de bike – Etapa 10 – de Rabanal del Camino a Villafranca del Bierzo.

Dia 10 – Rabanal Del Camino a Villafranca Del Bierzo

Mais uma manhã gelada! A noite de sono foi muito tranquila, poucos peregrinos no nosso albergue e fomos mais uma vez os últimos a sair pela manhã… Encontramos um café ainda dentro do povoado pra aquecer-nos antes de começar o pedal.

Caminho de Santiago de Bike

Aquela cara de sono de manhã cedo que nem o óculos esconde…

Caminho de Santiago de Bike

Os sinais do caminho…

Nosso trajeto de hoje prometia fortes emoções, chegaríamos na Cruz de Hierro, ponto muito marcante do Caminho e logo vou explicar o motivo. A Cruz de Hierro (cruz de ferro) fica num ponto de grande altitude, sabíamos que a subida seria forte, mas treinamos bastante pra essa etapa, então eu estava com a cabeça e corpo preparados! Mas o frio na barriga me acompanhou até chegarmos lá no alto e avistarmos a Cruz!

Caminho de Santiago de Bike

Cruz de Hierro à vista!

Caminho de Santiago de Bike

É muito frio!

Nesse ponto, os peregrinos deixam uma pedra, que carregam em sua mochila até ali, e conosco não foi diferente! Nossas pedras foram conosco desde o Brasil! Há alguns significados para este rito, um deles diz que quando você deposita a sua pedra ao pé da cruz, está deixando pra trás tudo o que carregou na vida até ali, você começará uma nova vida após o Caminho, e então você se liberta do peso do passado…

Caminho de Santiago de Bike

“Pequeno” monte de pedras trazidas por peregrinos de toda parte do mundo!

Tinham muitas pessoas chegando naquele mesmo momento e cada um tem um tempo para subir na montanha de pedras e deixar a sua junto a cruz. Foto para registro e agora vamos começar a descer…

Caminho de Santiago de Bike

Nosso momento, deixando nossas pedras no caminho…

Se na subida já estava frio, na descida estava literalmente congelante! Tive que parar algumas vezes e esquentar as mãos no bafo! Kkkk…

Caminho de Santiago de Bike

Esfriou ainda mais! Brrrr

Caminho de Santiago de Bike

Quase encostando nas nuvens. 😛

No primeiro povoado que avistamos, El Acebo, encontramos um café/bar  e não pensamos duas vezes, largamos as bikes na rua e entramos correndo pra nos aquecermos com um café bem quente! O bar estava lotado, todo mundo fazendo uma pausa para seguir adiante. Eu tomei um chocolate quente, segurando a xícara com as duas mãos em volta para descongelá-las… hummm delícia! Comemos tortilha de batata com pão, também aquecidos. O frio era tanto, que esta parada ficou marcada em nossas memórias! Até hoje comentamos sobre ela…

Caminho de Santiago de Bike

Povoado de El Acebo.

Depois desse momento conforto, hora de subir na bike e continuar, ainda tínhamos mais descida pela frente! Chegamos numa parte da estrada com muitas curvas, e depois de nos deliciarmos com essa descida leve e no sol, em Molina Seca, mais uma pequena cidade cheia de charme. Passamos pela ponte e a vontade era de ficar por ali mesmo, sentados à beira do rio. Mas nosso objetivo do dia era mais à frente.

Caminho de Santiago de Bike

Nas curvas do Caminho…

Caminho de Santiago de Bike

Em Molina Seca.

Logo depois, chegamos em Ponferrada, uma cidade maior e onde há o Castelo dos Templários, construção iniciada em meados do século XII como uma igreja e que depois foi doada aos cavaleiros da Ordem dos Templários, encarregando-os de defenderem os peregrinos naquele trecho do Caminho. Nós decidimos almoçar ali, mas acabamos um pouco perdidos perto do Castelo, onde o caminho passa por escadarias e o guia nos mandou passar por um desvio, que nos fez passar por trás do Castelo , sem que nos déssemos conta de que estávamos passando por ele!!

Caminho de Santiago de Bike

Os fundos dos Castelo do Templários…

Bem, fomos seguindo, procurando um local para um lanche, e só achamos algo convidativo quase na saída da cidade. Comemos um bocadillo cada um com coca-cola bem gelada…  Continuamos nossa tarde sob um forte sol, comemos cerejas compradas na beira da estrada, tomamos vinho em uma degustação, e de parada em parada, chegamos na cidade que programamos pernoitar: Villafranca del Bierzo.

Caminho de Santiago de Bike

Degustando vinho del Bierzo…

Caminho de Santiago de Bike

Chegando em Villafranca del Bierzo.

Chegamos com um sol gostoso, aquele frio intenso ficou pra trás. Nos hospedamos num albergue maravilhoso, chamado Albergue de Leo. Muito aconchegante, recém reformado, o albergue é de uma família muito simpática, que vendo que éramos um casal nos acomodaram num quarto com apenas 2 camas! Mesmo sendo um quarto onde a porta que dividia-nos de outro quarto era uma cortina, ficamos muuuuito agradecidos. ❤  Mais uma noite muito bem acomodados! Tomamos um ótimo banho e depois saímos pra caminhar na cidade, fizemos picnic na praça, tomamos vinho, comemos uma massa em um restaurante da Plaza Mayor, tomamos mais vinho, e já com o riso frouxo, fomos para o albergue dormir… 😀

Acompanhe essa história desde o início clicando nesse link.

 

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s